A genética reforça a importância da conservação dos rotadores de Noronha

Escrito em 16/08/2021
Projeto Golfinho Rotador

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Pesquisas genéticas permitem uma conclusão de grande relevância para a espécie: a existência de informações genéticas exclusivas dos golfinhos-rotadores de Fernando de Noronha, os rotadores de Noronha, além de uma variabilidade que vem caindo ao longo dos anos.

Essas descobertas foram possíveis devido ao estudo de longa duração em genética que vem sendo desenvolvido pela Dra. Ana Farro e sua equipe da Universidade Federal de Espírito Santo (UFES), parceiros do Projeto Golfinho Rotador, que conta com o patrocínio oficial da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

A técnica de coleta de amostras de pele dos golfinhos utilizada pelos pesquisadores causa menos impacto aos animais, pois não requer a necessidade de capturá-los, lançar dardos ou outro tipo de técnica invasiva. O método escolhido, raspagem, utiliza bastões de madeiras com um pedaço de esponja na extremidade. Assim, os pesquisadores acompanham os golfinhos em uma pequena embarcação e, com a aproximação dos golfinhos, coletam uma amostra de um dos animais por vez, com uma rápida passagem do bastão em seu dorso, raspando um pedaço de pele.

Um dos resultados obtidos até agora foi a detecção de diferenças entre alguns rotadores de Noronha e outros que vivem ao longo da costa brasileira. O estudo revela que em Noronha, há possivelmente duas populações, uma delas com mais semelhanças genéticas com golfinhos-rotadores encontrados em outras partes do Brasil e outra que envolveria os rotadores de Noronha que é geneticamente mais distante dos rotadores encontrados ao longo da costa brasileira. Essa provavelmente constitui uma população residente, que não se distancia muito do arquipélago de Fernando de Noronha e que se reproduziria entre si e não com os demais rotadores do Brasil. Com isso, sugere-se a existência de uma população de golfinhos, que está sendo chamada pelos pesquisadores, como “rotadores de Noronha”.

Uma triste notícia é que uma análise recente indica a redução na diversidade genética dos golfinhos-rotadores encontrados em Fernando de Noronha. Observou-se mudança na composição genética da população de golfinhos-rotadores nos últimos 10 anos no Arquipélago, com uma redução na diversidade genética ao longo do tempo. Os pesquisadores acreditam que essa diminuição esteja sendo causada por uma redução no número de rotadores de Noronha e/ou de golfinhos-rotadores que visitam Fernando de Noronha, vindo de localidades distintas.

Tais mudanças podem estar relacionadas ao aumento do turismo no Arquipélago ou às mudanças das condições ambientais na região. Os resultados desse estudo indicam a necessidade de acompanhamento e atenção aos rotadores de Noronha.

Sobre genética dos rotadores de Noronha:

https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0230660

Sobre o método pouco invasivo de coleta:

https://repositorio.unesp.br/handle/11449/70515